Mensagens do blog por Fabio Barros

Imagem de Fabio Barros
por Fabio Barros - sábado, 21 Mar 2020, 06:06
Todo o mundo

Em maio de 2015 mais de 1.600 pessoas participaram do Fórum Mundial da Educação, na Coreia do Sul. Estiveram presentes 120 ministros de educação e representantes de 160 países. Organizado pela Unesco o evento produziu um documento internacional conhecido como Declaração de Incheon.

Em setembro do mesmo ano, em Nova Iorque, líderes mundiais reuniram-se na sede da ONU, e decidiram um plano de ação para erradicar a pobreza, proteger o planeta e garantir que as pessoas alcancem a paz e a prosperidade: a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, a qual contém o conjunto de 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Educação e transformação

A Educação, por seu poder de transformação individual e coletiva, ocupa posição de destaque dentre os ODS. O ODS número 4 das Nações Unidas que prevê “Assegurar a educação inclusiva e equitativa de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos”.

Na Agenda 2030 para Educação as TIC têm destaque quanto a sua utilização no processo de aprendizagem ao longo da vida, tanto na educação formal quanto informal. O bom emprego das TIC pode propiciar o desenvolvimento de habilidades e competências, e meios de certificação e validação de conhecimentos, em percursos de ensino-aprendizagem mais flexíveis.

O que é Qualidade na Educação

É importante ressaltar o entendimento sobre o conceito de “qualidade” na educação. O foco é na aprendizagem, mais especificamente nos resultados de aprendizagem.

Uma educação de qualidade inclui o desenvolvimento de habilidades, valores, atitudes e conhecimentos que possibilitam aos cidadãos construir vidas saudáveis e realizadas, fazer escolhas bem informadas e responder a desafios locais e globais.

Unesco (2015). Declaração de Incheon e Marco de Ação para a implementação do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 4.

Humanização

No que se refere à visão humanista e sua relação com a qualidade da educação, há grande destaque para a capacidade de resolução de problemas, habilidades interpessoais e sociais, assim como uma crítica às formações centradas em habilidades específicas para o trabalho:

O foco muito estreito em habilidades específicas para o trabalho reduz as habilidades dos alunos de se adaptar às demandas em constante mudança do mercado de trabalho. Portanto, para além da aquisição de habilidades específicas para o trabalho, deve-se dar ênfase ao desenvolvimento de habilidades cognitivas e não cognitivas/transferíveis de alto nível – como resolução de problemas, pensamento crítico, criatividade, trabalho em equipe, comunicação e resolução de conflitos, que podem ser usadas em uma gama de áreas de ocupação.

Unesco (2015). Declaração de Incheon e Marco de Ação para a implementação do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 4.

E acrescenta ainda, sobre as responsabilidades da educação:

A Educação 2030 garantirá que todos os indivíduos adquiram uma base sólida de conheci-mentos, desenvolvam pensamento crítico e criativo e habilidades colaborativas, bem como adquiram curiosidade, coragem e resiliência.

Unesco (2015). Declaração de Incheon e Marco de Ação para a implementação do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 4.

Depois desta pequena análise do documento fica clara a importância das TICS no contexto da educação para a proxima década. E mais, não se trata de qualquer incorporação tecnológica em educação. De que TIC estamos falando? Sobre isso teremos um outro texto/video mais aprofundado.


Leia mais em: https://fabiobatalha.com/tics-na-educacao-agenda-2030-da-onu/



 

  
RSS